Luz

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Di Art Blogger

O psicólogo aconselhou-me um Blog e perdeu uma paciente.

Di Art Blogger

O psicólogo aconselhou-me um Blog e perdeu uma paciente.

Pode conter erros; aos intoleráveis: “vale sempre a pena, quando a alma não é pequena”

certo.jpg

 

Eu sei que a intenção foi boa mas estes corretores ortográficos automáticos só nos prejudicam. Habituamo-nos de tal forma a eles que às páginas tantas, já nos esquecemos das regras básicas da escrita.

 

Mas há quem não lhes ligue patavina, quem, em hora de dúvida, não se dê ao trabalho de uma simples pesquisa na internet e escreva logo direto, sem dó nem piedade, assim, desavergonhadamente; porque a importância do que têm para dizer nada tem que ver com a escrita em si mas com o conteúdo.

Estas pessoas, as que escrevem desavergonhadamente, escrevem para quem é do tipo que dá mais valor ao conteúdo do que á forma – como dizem os brasileiros numa expressão maravilhosa, “ Vamos combinar?” – porque escrever em redes sociais ou num blog não é propriamente escrever um livro ou tirar um Mestrado em literatura.

Deixar de ler um texto ou um blog porque estes contêm um erro ortográfico, assemelho-o a deixar de falar com alguém porque o alguém dá erros.

[ Infelizes dos Engenheiros, não tinham com quem falar! Ah ah ah (isto sou eu a rir, não, não estou a exprimir admiração três vezes seguidas (se é que alguém tinha pensado isso), estou a rir). E quanto aos Engenheiros, perdoem-me, desde o tempo de faculdade que não consigo evitar as piadas, tanto que tenho um lá em casa sempre á mão.]

 

Se assim fosse já teria deixado de falar com um matemático que conheço e que adoro conversar. Na tese de Doutoramento, desse tal matemático, uma das professoras dos júris, ao devolver-lhe a tese, disse, de forma irónica: não tinha nada que corrigir, entretive -me a corrigir os erros ortográficos, mas não lhe descontei nada porque, para sorte sua, um matemático não precisa saber escrever.

 

Quando abrimos a nossa mente e tentamos decifrar as diferentes formas de expressão, quando lemos e ouvimos os outros aceitando os seus erros, habilitamo-nos a aprender algumas coisas interessantes, que não ortografia ou gramatica é certo.

 

Cuidado, intoleráveis aos erros dos outros, podem ter muito a perder.

Há muito quem fale direito por palavras tortas...

 

Di Art Blogger

2 comentários

Comentar post