Luz

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Di Art Blogger

O psicólogo aconselhou-me um Blog e perdeu uma paciente.

Di Art Blogger

O psicólogo aconselhou-me um Blog e perdeu uma paciente.

Já pensou em ter um caso de Amor(Próprio)?

Sabem aquela frase “ Era feliz e não sabia.”?

 

Em que dá conta de alguém que não aproveitou a sua felicidade, o seu bom momento, e que quando o perdeu é que lhe sentiu a falta e percebeu que era feliz. Sabem? Pois eu não. Compreendo mas não me identifico.

 

Eu sabia. Eu amava-me tanto, sentia-me tão bem na minha pele que por vezes beijava-me a mim própria, a sério que sim. A minha felicidade estava dentro de mim, não dependia de nada nem de ninguém, eu era livre.

 

Entretanto passei demasiado tempo exposta ao barulho, a aprender o mundo dos crescidos, distraída com os outros, passei demasiado tempo sem agir e quando dei por mim esqueci-me de quem eu era, ou de quem eu fui. Quando dei por mim já não tinha mais coragem de me beijar e senti saudades.

Senti saudades de quando era feliz.

Lembrei-me de mim e isso bastou-me para crer naquele Amor, e quere-lo outra vez, mas desta, com mais força e mais consciência do que da primeira.

 

Afinal, quantas relações de amor sabemos nós que passaram por fases difíceis, que começaram e recomeçaram vezes sem conta, que se gostaram e desgostaram do dia para a noite e que por fim, tudo terminou como nos filmes. Conhecemos todos não é? Quem nunca lutou por um Amor? Não dizem os livros e os sábios que devemos lutar por ele? Então porque não posso eu lutar pelo meu Amor? O meu Amor – Próprio.

Decidi que o ia fazer.

Descobri que essa liberdade temos sempre, a opção é nossa, pelo menos até a morte.

Eu decidi lutar.

 

Estou a reconquistar esta relação comigo mesma, como qualquer outra relação de amor, não é facil. Visto pelo mesmo lado, como qualquer outra relação de amor, o inicio é sempre a melhor parte, e ela já deu sinais de estar interessada.

Estamos enamoradas outra vez.

 

Di

2 comentários

Comentar post